Camião 

RIO: "sistema operativo" com base numa cloud aberta para toda a indústria dos transportes

A nova marca RIO junta soluções digitais para o ecossistema dos transportes e logística | Plataforma aberta também inclui veículos da concorrência | Aumento significativo da eficiência e transparência no sector dos transportes | A MAN é o principal patrocinador do RIO e é responsável pelo desenvolvimento da marca dentro do Grupo Volkswagen Truck & Bus

Pela primeira vez todos os intervenientes na cadeia de abastecimento – expedidores, carregadores, motoristas e receptores – estarão ligados através de um sistema de informações e aplicações uniforme, que inclui ainda possibilidade de previsão. Graças aos algoritmos inteligentes, o RIO combina diferentes fontes de informação e analisa-a. Com base na informação combinada de tractores, reboques, carroçarias, motoristas e encomendas, e com a ajuda da interligação desta informação com informações de trânsito, meteorologia ou dados de navegação. O RIO irá fornecer aos seus utilizadores recomendações de acções concretas em tempo real. Isto permitirá uma melhoria significativa do processo de carga e transporte, e aumentará também a eficiência e transparência no ecossistema dos transportes.

"Sistema operativo" para toda a cadeia de abastecimento

Até agora, na maioria das vezes não era possível aproveitar dados dentro da indústria dos transportes, pois os intervenientes utilizavam sistemas diferentes, como por exemplo, diferentes programas de gestão de carga e de frotas. O RIO é o primeiro a oferecer uma plataforma comum, e que pode ser utilizada independentemente da marca do veículo ou do sistema de telemática. Isto significa que clientes com frotas com veículos de diversas marcas podem agora aceder aos serviços digitais através de uma solução única. Além disso, todos os veículos podem ser equipados posteriormente com este sistema sem quaisquer dificuldades. Os sistemas que já existem e que são utilizados como soluções únicas – por exemplo, para gestão de dados dos veículos, para gestão do stock de peças ou à disposição do motorista – poderão ser transferidos para uma plataforma comum.

Andreas Renschler, Director Executivo da Volkswagen Truck & Bus, afirmou: "O RIO vai alterar profundamente o mundo dos transportes tal como o conhecemos. Pela primeira vez, a nossa plataforma unificada permite o registo, gestão e uso integrado de toda a informação disponível no sistema de transportes. Isto traz vantagens para os nossos clientes porque torna os seus negócios mais lucrativos. Também é bom para o ambiente, pois vão circular menos camiões vazios nas estradas. O RIO estará disponível dentro de alguns meses. O futuro da indústria dos transportes não começa em 2025, começa aqui e agora."

O RIO tem na sua origem uma iniciativa da MAN e é gerido pelo MAN Digital Solutions. O objectivo é aumentar os lucros dos clientes. "O que podemos ver a nascer aqui é uma plataforma onde cada utilizador poderá beneficiar individualmente do seu valor acrescentado – independentemente do aspecto da frota, de qual veículo em qual carroçaria está a carregar a encomenda, e do software de logística utilizado", refere Joachim Drees, Director Executivo da MAN Truck & Bus AG e membro do Conselho Executivo da Volkswagen Truck & Bus GmbH. Joachim Drees destaca ainda o seguinte: “A logística 4.0 só terá sucesso se as barreiras artificiais e as ilhas de dados forem ultrapassados. É por isso que estamos a fazer todos os esforços para apoiar o desenvolvimento do RIO."

A partir da Primavera de 2017, os novos camiões MAN estarão equipados de série com o RIO; além disso, todos os clientes da Scania podem utilizar a plataforma a pedido. Com uma simples caixa de recondicionamento, qualquer veículo pode ser integrado na rede com uma interface FMS. O RIO recebe actualizações automáticas a qualquer momento e facilmente através da cloud. As actualizações serão realizadas cerca de 40 vezes por ano.

A digitalização torna-se simples — RIO lidera a caminhada pela selva de dados

O RIO não é interessante apenas para operadores com grandes frotas. Especialmente para empresas de transporte pequenas e médias, o RIO oferece a oportunidade perfeita para que beneficiem das vantagens da digitalização sem necessidade de fortes capacidades na área de informática nem de especialistas na área. Tal como os sistemas operacionais dos smartphones, podem ser utilizadas várias aplicações com o RIO que são intuitivas e que funcionam em qualquer browser de Internet. Existirão serviços específicos para veículos, por exemplo da MAN e da Scania, mas também existe um mercado para fornecedores de aplicações ou para fornecedores externos. Outra característica especial do RIO é uma interface de utilização permanente em todas as funções: aqui, o foco não foi apenas que fosse facilmente reconhecível, mas sim uma resposta aos requisitos de diversos accionistas do ecossistema, oferecendo-lhes assim um interface intuitivo que assegura uma maior aceitação por parte dos utilizadores.

Markus Lipinsky, responsável pelo departamento de soluções digitais e pelo RIO explica: "Não se trata do lançamento de outro sistema de telemática. Em vez disso, criámos o RIO como uma plataforma aberta, que une diversas soluções isoladas. Acredito que uma empresa tecnológica não consegue dominar sozinha a complexidade da indústria da logística. Por isso estamos a tentar arranjar o máximo parceiros possível com o mesmo objectivo: optimizar a cadeia de transportes global, reduzindo assim os custos e as emissões."

Os parceiros iniciais do RIO são, entre outros, Continental, Schmitz Cargobull, Krone, Meiller e TomTom. Microlise, Telogis e Idem foram nossos parceiros desde início, e BNS e LIS são nossos parceiros de software. Além disso, o RIO também está a trabalhar com start-ups como Synfioo, Park Here e Loadfox.

Examplos de aplicações futuras

Driver's Connectivity é uma aplicação envia informação relevante para o smartphone do motorista, como novas encomendas de transporte. Com apenas um clique, a aplicação passa directamente para o cliente.

Truck Share é uma funcionalidade para requisites de economia partilhada. Os veículos podem ser entregues com uma chave de acesso digital, directamente através do smartphone.

Loadfox é uma aplicação para a gestão de encomendas de cargas parciais. Graças a esta aplicação, os camiões podem ser melhor utilizados através da atribuição de carga adicional a camiões apenas parcialmente carregados, ao longo do percurso. Isto reduz o tráfego nas estradas, aumenta a eficiência e ajuda na redução das emissões.

Estas e muitas outras funcionalidades serão demonstradas no RIO na IAA 2016 em Hanover. A gama de aplicações será muito diversificada desde o início, indo desde partilha de camiões, formação de motoristas, utilização optimizada dos veículos, comunidades de motoristas, download do DTCO ou geofencing.

A MAN irá apresentar a nova marca RIO na Área de Inovação na IAA, utilizando um Connectivity Truck, um tractor TGX 18.560 com semi-reboque que exibe informação sobre a nova marca num ecrã de projecção holográfica. O Connectivity Truck possui outras inovações, como um protótipo de um sistema de substituição de espelhos baseado em câmaras, apresentando assim um primeiro vislumbre de desenvolvimentos que poderão surgir nos camiões MAN no futuro.

www.my-rio.de